terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Superando obstaculos.




Quantas vezes você ja esteve perto de realizar algum sonho, conquistar uma coisa que tanto almejou, e quase na reta final desanimou,seja pelas dificuldades que surgiram, pelas criticas de pessoas ao redor, ou simplesmente pelo fato de aparecem alguns empecilhos nessa trajetória.
Essa é a fantástica vida, que nos surpreende todos os dias,com o seus altos e baixos, algumas situações não nos abala, e superamos facilmente.
Já outras nos deixa em duvidas se isso é realmente o que queremos, se vamos conseguir chegar ate o final, o peso nas costas parece ser maior, cansativo, irritante, bate um desanimo, vontade de desistir, se esconder no quarto e trancar a porta.
Mas essa é a essência da vida, com esse empecilhos, seus altos e baixos, suas lutas e conquistas, suas derrotas e tristezas, sem esses altos e baixos, nunca aprenderíamos a viver, e vamos morrer tentando, afinal quanto mais se vive mais se aprende.
Se hoje você esta desanimada, desacreditada da vida, com a Fé um pouco abalada, lhe digo não desista se isso for o que você REALMENTE deseja, e quer para a sua vida, então a luta é valida, o "sofrimento" será apenas um aprendizado da vida, e a sua conquista que é tão desejada..almejada.. terá um gosto de vitoria especial.
Nós só devemos aprender de que nada é em nosso tempo e sim no tempo de Deus, que sabe o que é melhor para nós, e Ele nunca nos dará uma Cruz maior do que podemos carregar. Entendo que em determinadas situações julgamos de o "porque passamos por isso", "que não merecemos", "que ajudamos os outros e isso é injusto".
Essas questões aparecem justamente quando estamos bem próximos de conquistarmos um objetivo, de realizarmos um sonho. Porem não deixe se abalar, não conheço a sua historia, muito menos a sua trajetória, não calcei o seus sapatos e sentir a dor da caminhada. Mas lhe digo que ja passei por algumas situações que me colocaram em duvida sobre a minha força e fé, para superá-las, e foi ai quando eu me senti mais fraca foi quando eu me senti mais forte. A trajetória não foi fácil, pensei em desistir, passei noites chorando e me colocando em duvida se realmente isso que desejava e se estava no caminho certo.
E acredite, passei pela situação, superei e hoje sei da força que tenho quando algum "problema" tenta me impedir de conquistar algo em que eu acredito e luto todos os dias.

Nina Queen!

Pense....

Você já se arrependeu de, em determinadas circunstancia não Ter tomado atitudes que fossem de forma alguma melhorar a sua vida?
Clarice Lispector em Aprendendo a Viver, sabiamente comenta que todos nós, quando fazemos exames de consciência lembramos de vários agoras que foram perdidos e que não voltam mais.
Que o arrependimento de não Ter tido, de não Ter sido e não Ter feito, não Ter aceito, costuma ser doloroso e profundo.
Na realidade o que nos impede, na maioria das vezes, de Ter o que queremos, ser o que sonhamos, fazer o que pensamos e aceitar com o coração é a ousadia que não cultivamos.

Nina Queen!



A ousadia é geralmente escrava do medo.

 
Quantas vezes perdemos a oportunidade de sermos felizes, pelo medo de Ter ousadia para amar, medo de ousar porque o objeto do amor era mais bonito, mas alto, mais rico, mais jovem, mais velho, mais culto.. e ai.. o tempo passou e o agora também!
Quantas vezes perdemos a oportunidade de realizar um grande sonho, pôr não termos coragem de ousar, de arriscar, deixando para depois ou para mais tarde o que deveria ser naquele agora...
Quantas vezes não pronunciamos no momento oportuno, as palavras que gostaríamos de dizer, pelo medo de parecemos ridículos e imaturos.
Quantas vezes partimos porque tivermos medo de ficar.
Quantas vezes dizemos baixinho o que na realidade, gostaríamos de gritar.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas.
O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser..
Não deixamos que nossos momentos passem..

Nina Queen!

Isso também não é amor.

 
 Amor não é impor o que você quer, ou sua presença. Amor não é ficar plantada no portão da casa dele, implorando por atenção e que volte. O amor não te submete a humilhação, o amor não é essa coisa tão carregada, pelo contrario o amor é leve e nos traz leveza, é seguro, sincero, respeitoso.
Talvez o que você sinta não seja amor realmente, talvez você goste do sofrimento que ele te causa, da disputa que é lutar por aquilo que não te pertence, pela sensação de poder, e acredite isso também não é amor.
Nenhum amor vive e sobrevive, somente com palavras, sexo e promessas. Nenhum amor sobrevive quando um fica provocando, irritando o outro, nenhum amor sobrevive na base da mentira, traição e maus tratos, isso não é amor.
 
Nina Queen!




Infância perdida.


Meninas de 9 anos, dançarinas de funk, unhas pintadas de azuis, maquiagem carregada, querendo usar salto, querendo ser mulher, antes do tempo, não compreendendo que o melhor é ser criança, menina levada que tudo apronta. Como diz uma amiga que saudade do tempo onde a minha única preocupação era de que cor pintar o desenho.

Nina Queen!